Tamponador Caseiro

Atualizado: 16 de Mai de 2019


Qual é o nível de pH ideal para peixe Betta?


O nível de pH ideal para o peixe betta é de 7,0. No entanto, eles podem sobreviver em condições ligeiramente mais ácidas do que isso. Assim como todos os peixes, a chave não é manter o pH perfeito, mas mantê-lo constante. Seu betta vai de desenvolver muito melhor em um ambiente que possua pH constante, em vez de um que tem um pH com grande variação.


O que acontece quando o pH não está certo?


Se você inserir um peixe betta ou qualquer peixe em um aquário onde o pH muito diferente de onde ele vivia normalmente, ou mudar o Ph de forma abrupta, poderá ter sérios problemas. Muitas vezes eles sofrem de uma condição conhecida como choque de pH. Às vezes isso vai matá-los instantaneamente, no entanto, pode demorar um pouco mais.


O que mantem o pH constante?


A dureza de carbonatos-KH é a responsável pelo "efeito tampão", que é a capacidade de manter o pH estável, mesmo com a adição de ácidos ou bases (compostos alcalinos). Deste modo o pH está intimamente relacionado com a KH.

Se um sistema aquático está com a dureza de carbonatos-KH alto, será muito difícil alterar o seu pH, enquanto que se estiver com a KH baixo é muito difícil manter o pH estável, estando a água sujeita a grandes variações de pH.

Não existe um valor ideal de KH para manter o pH estável, pois isto depende de quais outros compostos existem dissolvidos no sistema aquático e em qual quantidade. Geralmente um KH de 4°, (ou seja,   4 graus x 17,8 ppm = 71,2 mg/l) é suficiente para manter o pH estável.

É importante não confundir Dureza total (gH) com dureza de carbonatos (kH), o GH indica a quantidade de sais dissolvida na água, especialmente Cálcio e Magnésio. Se a água é rica em sais diz-se que é água dura ou muito mineralizada. Se for pobre em sais diz-se que a mesma é mole ou pouco mineralizada. Embora o GH não varie tão facilmente quanto o PH e a temperatura esse parâmetro está relacionado à pressão osmótica. Isso faz com que seja um parâmetro bastante importante para a manutenção de algumas espécies animais e vegetais, mas que trataremos em outro texto.


Como corrigir o pH e tamponar?


Vimos que para tamponar o pH, é necessário ajustar o kH. Se você pretende aumentar o KH, uma solução bastante viável, com bom custo benefício, é adicionar bicarbonato de sódio, encontrado em farmácias e supermercados. Toda adição deve ser feita lentamente e sempre devemos medir os valores algumas horas depois da adição, para verificar o quanto foi alterado.

O bicarbonato de sódio altera tanto o pH quanto o kH, então ao utilizar o bicarbonato você deve medir o pH, cancelando a adição quando este atingir o valor desejado. Esse método ajusta o PH e o mantem mais estável.


Receita de um tamponador caseiro?


Esse tamponador torna muito prático o ajuste do pH, pois a adição de bicarbonato de sódio diretamente na água, pode causar erros de dosagem, pois o mesmo pode não dissolver por completo a princípio e alterar o valor do pH após algum tempo.


Você vai precisar de:

30 Gramas de Bicarbonato de sódio

500ml de água sem cloro

Um teste de Ph ou um phmetro

Uma garrafa de 500ml (Transparente)

Um recipiente com volume um pouco maior que 500ml

Uma seringa

Uma balança

Modo de preparo:

Ponha o bicarbonato de sódio na garrafa de 500ml e encha com água até uns 2 dedos abaixo da borda, tampe a agite até que dissolva por completo (a água deve ficar transparente, uns instantes após a agitação), não deve ficar bicarbonato no fundo.


Calibração da solução:

Um recipiente sobre a balança faça atara e vá pondo a água da sua torneira até que o peso marque 500g. Colete com a seringa 5 ml da solução da garrafa com bicarbonato de sódio, e em seguida vá pingando no recipiente e medindo o ph com teste até que atinja o Ph desejado. Quando atingir o valor desejado, observe na seringa quantos ml foram adicionados, multiplique a quantidade de ml adicionados por 2 e você terá a quantidade de ml da solução por litro de água, necessários para corrigir o pH.

A vantagem é que como o bicarbonato já entra dissolvido ele torna o resultado na leitura do pH mais preciso.

Vamos dar um exemplo para que possam entender melhor:

Para atingir o valor de 7.0, no recipiente de 500ml, foram necessárias 25 gotas que corresponderam a 0,4ml (dois traços na seringa de 10 Ml). Então o cálculo é 0,4ml x 2, ou seja 0,8ml para 1 litro. Se você trata 100 litros de água de cada vez para fazer TTA, então vai usar 80 ml da solução.

48 visualizações

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Instagram Icon

© 2020 por ACBLPE.